Chapada dos Veadeiros – Cachoeira Santa Bárbara



Veja o que fazer, como chegar, melhores horários e distâncias até a cachoeira santa bárbara, uma das mais bonitas do Brasil! Basta ler o post até o final.

Se você está pensando em ir ou vai para a Chapada dos Veadeiros esse é o post certo. Na minha opinião a cachoeira santa bárbara é imperdível. Não importa quantos dias você vai ficar, um dia precisa ser reservado para ir lá para Cavalcante e aproveitar as belezas das águas cristalinas de uma das cachoeiras mais bonitas do Brasil.

Antes de você perguntar, é bem fácil chegar sozinho, então você não vai precisar contratar um guia. Só onde fica a cachoeira santa bárbara mesmo que é obrigatório, mas a gente ainda via chegar lá. Por enquanto você só precisa acordar cedo (bem cedo mesmo, umas 7h), pegar seu carro e partir para Cavalcante!

Como chegar na Cachoeira Santa Bárbara

Começando pelo começo, entenda a distância que você vai percorrer:

  • Alto Paraíso de Goiás – Cavalcante: 87 km
  • São Jorge – Cavalcante: 125 km

Eu devo ter demorado entre 30 a 40 minutos para chegar em Cavalcante saindo de Alto Paraíso de Goiás. Não tem muito mistério, basta você pegar a BR-010 até Teresina de Goiás. Chegando nessa cidadezinha, você pega uma esquerda (GO-241) até chegar na cidade da cachoeira Santa Bárbara.

Agora, você tem que ter em mente que, depois de chegar em Cavalcante, ainda vai pegar uns 35 km de estrada de terra, que demoram mais uns 40 minutos. Como não é tão simples assim achar a estrada de terra e as placas não são 100% fáceis de se achar, dá uma passada no CAT (Centro de Atendimento ao Turista) que fica em frente ao começo da subida para a cachoeira Santa Bárbara.

Lá eu fui atendido por um cara muito gente boa que:

  • Falou exatamente o caminho que precisávamos seguir (tem umas placas)
  • Sugeriu que comprássemos um lanche em uma casa ali perto
  • Deixou claro que é bom ter mais do que meio tanque de gasolina no carro

Todas as dicas foram muito boas e eu recomendo o mesmo para você. Com comidinhas no carro e gasolina suficiente começamos os 35 km de estrada de terra rumo à cachoeira Santa Bárbara. Vou te falar que essa estrada de terra é bem melhor do que muitas outras que eu já peguei, mas ainda assim não deixa de ser uma estrada de terra, então tenha atenção.

Seguindo as dicas não tivemos problemas e, ao longo do caminho passamos por algumas placas, pontes, rios (sim, você passa por uns rios com fundo de pedras – sem risco de atolar por aqui) por um mirante bem bonito. Se você perguntar pra mim, a minha dica é pra você deixar o mirante pra hora da volta, assim você pode ser um dos primeiros na cachoeira Santa Bárbara.

Cachoeira Santa Bárbara

Qual horário chegar

A Cachoeira santa bárbara é uma das poucas cachoeiras da Chapada dos Veadeiros que tem capacidade de visitação limitada, por isso eu falei que era importante chegar cedinho. Para tornar a coisa ainda mais complicada, além de ter limite de público, você também tem horário marcado depois que entra (algo em torno de 1h30).

Ou seja, se programe para chegar cedo e aproveitar a cachoeira ao máximo e no melhor horário, que é entre 11h e 13h, quando o sol está bem em cima da cachoeira e deixa a transparência da água ainda mais nítida.

A Comunidade Kalunga e os Guias

Não tinha abordado o tema até agora, mas a cachoeira santa bárbara fica em uma comunidade Kalunga. Antes que você fique achando que é perigoso ou qualquer coisa do tipo, deixa eu esclarecer: nessa região existiu o Quilombo Kalunga, um dos mais populosos do Brasil.

Atualmente toda a atividade turística no local é organizada e (mal) controlada pela população local, que fornece guias para quem quiser. Chegando lá, você vai ver uma espécie de CAT:

Vão ter pessoas atendendo e você precisa pagar uma taxa entre R$50 e R$70 para ter um guia. Se você já tiver contratado um, não precisará pagar esse valor. O preço vale para grupos de até 8 pessoas, então se você estiver sozinho ou só em casal, procure um grupo para economizar.

Primeiro a Santa Bárbara


Como eu já falei, o objetivo todo é aproveitar a cachoeira Santa Bárbara, então vá nela primeiro. Depois, no tempo de sobra você poderá aproveitar a cachoeira da Capivara.

Aqui existe um detalhe, depois de todo esse esforço você precisará fazer 6 km de trilha desde o momento onde você estaciona seu carro. Se você quiser, pode pagar R$10 por pessoa para pegar um “traslado” que te economiza 5 km de caminhada. Vai por mim, são os R$10 mais bem investidos da sua vida. De onde o “pau de arara” te deixa, você terá mais uns 800m bem tranquilos de caminhada por esse caminho:

Chegando no local da cachoeira, você tem duas opções, mais uma vez você vai escolher passar pela Barbarinha e ir direto para a Santa Bárbara. Quando você chega lá, percebe que todo o esforço valeu a pena, porque é algo parecido com isso que você vê:

A piscina natural formada pela cachoeira santa bárbara é bem grande e gostosa para se nadar e aproveitar a ducha formada pela queda d`água. Como costuma ficar lotada, tente chegar cedo e aproveite um climinha mais intimista antes da turba de gente chegar (contando que você estará lá em um feriado como eu). Dizem que em dias de semana ou mesmo em finais de semana sem feriado fica mais tranquilo.

Depois de aproveitar, aí sim, a Barbarinha

Depois de curtir a cachoeira, vale a pena relaxar um pouco na Barbarinha. Essa é uma versão miniatura da santa bárbara e é bem gostosa para curtir antes de ir embora.

Como tudo que é bom termina, em algum momento você vai ter que voltar. Minha recomendação é que você almoce pela Comunidade Kalunga (você pode reservar o almoço a R$20 por pessoa) antes de partir para a cachoeira da Capivara.

Outras Cachoeiras para Aproveitar Depois

Cachoeira da Capivara

Essa é outra alternativa de cachoeira. Se por algum acaso do destino você se atrasar e, quando chegar, a cachoeira santa bárbara já estiver lotada, você provavelmente só conseguirá entrar por volta de 14h. Nesse caso, aproveite o tempo livre para conhecer a cachoeira da Capivara. Partindo do CAT, em cerca de 1 km você estaciona o carro e anda mais um pouco até chegar na trilha que dá na cachoeira.

Logo que você chega fica um pouco decepcionado, pensando que é essa cachoeirinha aqui:

Mas é só continuar um pouco mais e descer que você se depara com uma bela cachoeira. Essa aqui não tem limite de tempo e nem de pessoas, então você consegue curtir numa boa.

Cachoeira Poço Encantado

Depois de aproveitar tudo que você puder, se ainda der tempo, no caminho de volta você passa em frente a Cachoeira Poço Encantado. Se você é um maníaco por conhecer novos lugares e aproveitar cada segundo, vale a pena a passada por lá. Se você for dos que não curte a correria, é melhor deixar o Poço para outro dia ou outra viagem.

Só para você se situar, a Poço Encantado fica mais ou menos a 40 km ou 50 km de se chegar a Alto Paraíso novamente, mais ou menos no meio do caminho.

Macetes do Rafa

É um dia tão intenso que acaba tendo macete pra caramba para te contar. Vou colocar por tópicos para facilitar:

  • Abasteça o seu carro antes de subir a estrada de terra para a cachoeira Santa Bárbara
  • Chegue cedo. Bem cedo mesmo. Para evitar fotos como essa:
  • Melhor horário para aproveitar a cachoeira é entre 11h e 13h, que é quando o sol está passando por cima dela
  • Não economize no “traslado” do início da trilha até perto da entrada da cachoeira



Comentários (0)

Deixe um comentário